terça-feira, 24 de julho de 2018

Decoração para lembrar momentos felizes

Quem me segue há algum tempo, sabe que prefiro uma casa simples, funcional e acolhedora, em detrimento de uma casa entupida de objectos. O excesso de elementos para além de dar mais trabalho, provoca uma sensação de peso e sufoco - que francamente não me agrada.

Por isso, na altura de decorar, tento optar por coisas úteis, agradáveis à vista ou que tenham um significado especial. Gosto da combinação entre o moderno e o vintage, de objectos que contem histórias. Mas tudo sem excessos. Como refere Niki Brantmark "Ao comprar menos e escolher com cuidado aquilo que inclui em casa, tudo terá espaço para brilhar e contar uma história." Por outras palavras, aquela peça que trouxemos de uma viagem parecerá mais especial se estiver só, num lugar de destaque, do que se for colocada entre 20 bibelots.

Outro aspecto, é que uma das formas de sermos felizes no presente, é trazermos à memória recordações felizes do passado. Isto não significa endeusar o passado, mas sim evocar o que ele teve de melhor. Assim, ao invés de decorarmos a nossa casa somente com o que está na moda, ou com o que nos é agradável à vista, podemos incluir aquilo que nos recorda momentos ou pessoas especiais, objectos com um significado muito pessoal. 

Eis algumas sugestões:

1) Rodeia-te fotografias de momentos felizes - Podes fazer uma montagem numa parede com fotos de viagens, dos teus lugares favoritos de infância, das pessoas que amas, etc. Ou então podes espalhar molduras pela casa, ter um álbum de fotos à moda antiga, ou uma moldura digital em lugar de destaque (depende do teu estilo pessoal). Concentra-te em escolher fotos realmente especiais. Lembra-te que os excessos, não as deixarão brilhar. 


2) Inclui mobília vintage que tenha pertencido a alguém especial - Podes escolher uma mesa, um baú, uma cómoda... não importa, o que interessa é ter pertencido a alguém que ames e que te sintas bem quando a vês. Se necessário, manda restaurá-la ou até modernizá-la (pintando-a de outra cor, por exemplo). Cá em casa, tenho uma cómoda no hall de entrada, que pertenceu à minha avó. É um trabalho interessante (quem se lembraria hoje em dia de esculpir folhas na madeira?). É especial porque recorda a minha avó, mas também a sala onde ela costurava vestidos para as minhas bonecas. Para além disso, convenhamos que reutilizar objectos é super-ecológico!


3)  Inclui elementos que tenhas recolhido em passeios na Natureza -  Podes incluir coisas como pequenos galhos de árvore, pinhas, areia, pedras ou conchas da praia, flores secas ou folhas coloridas, etc. Cá por casa, tenho pedras da praia numa casa-de-banho e um vaso com pinhas. Mas também faço decorações sazonais, como arranjos com folhas coloridas no Outono.


4) Inclui plantas oferecidas por alguém especial - Podes trazer algo do quintal da tua mãe, ou dar um lugar de destaque àquela flor oferecida pelo marido. Na minha varanda tenho três plantas muito especiais: uma oferecida pelo marido quando ainda era bem pequenina (e nós também só éramos namorados na altura), mas que hoje cresceu bastante e se transformou numa linda planta; outra que a minha tia N. plantou especialmente para mim e uma outra que pertenceu à minha mãe (que era uma verdadeira apaixonada por plantas).


5) Inclui objectos decorativos que te recordem ocasiões ou pessoas especiais - pode ser algo que trouxeste de uma viagem ou de umas férias especiais ou algo dado por alguém. Tens é de te sentir realmente bem com estes objectos. Por mais que adores uma pessoa, se o presente que ela te deu não fizer aquele click ou seja, não te trouxer qualquer emoção positiva, é preferível dares-lhe outro destino... Para além disso, não vais incluir tudo e mais alguma coisa - novamente, só objectos especiais. Eu gosto de incluir objectos que trouxe de viagens. Tenho umas aguarelas pintadas em Paris, junto à Catedral de Notre-Dame; uns bonecos tradicionais da Hungria, que trouxe de Budapeste, etc. Todos eles me trazem boas recordações.


6) Inclui uma «caixa da felicidade» - Podes optar por comprar uma caixa bonita ou por decorar ao teu gosto, algo que já tenhas em casa. No seu interior deves colocar objectos que te lembrem momentos felizes (novamente o objectivo é guardar coisas realmente interessantes - sê selecto/a nos objectos). Podes incluir postais de viagens, o ingresso de algum evento especial, um diário com os teus momentos felizes, um livro da família, jornais de dias especiais (eu tenho do dia do meu casamento e do nascimento dos meus filhos), cartas trocadas com pessoas especiais, a primeira roupinha dos teus filhos, etc. Quando te estiveres a sentir em baixo ou simplesmente quiseres elevar o ânimo, esta caixa poderá fazer maravilhas!


7) Faz uma selecção de Cd´s ou antigos vinis com música que evoca os teus momentos felizes - Se quiseres minimizar, podes simplesmente ouvir música online. Mas não deixa de ter o seu charme um cantinho dedicado às músicas que te fazem sonhar. Cá em casa, seleccionei os CD's que me agradavam, mas desfiz-me das capas - estão todos reunidos num álbum (uma solução para quem gosta de poupar espaço).


Claro que há quem diga "Mas não precisamos de objectos para recordar quem amamos ou os momentos em que fomos felizes." É verdade que não precisamos. Contudo, se temos que decorar a nossa casa, porque não incluir objectos com significado? Se um dia deixarem de fazer sentido, deixamo-los ir... Mas até lá, vamos saborear as emoções positivas que nos trazem. 

Fotos: 1.ª CasaHaus; 2.ª e 5.ª Nicety; 3.ª Chatelaine; 4.ª Magnusson; 5.ª Free-Photos; 6.ª ponce photography.
.............................................................
"A Felicidade é o Caminho" também está aqui:

1 comentário:

  1. Olá Mafalda!
    Como sempre, belíssimo post :)
    Boas férias.
    Beijinho

    ResponderEliminar

Related Posts with Thumbnails