segunda-feira, 30 de maio de 2016

Pensamento/Lema da semana #295





"Aprecia as pequenas coisas da vida, 
porque um dia irás olhar para trás
e perceber que elas eram grandes."
Kurt Vonnegut














Foto: Georgios Karamanis
.............................................................
"A Felicidade é o Caminho" também está aqui:

segunda-feira, 23 de maio de 2016

Pensamento/Lema da semana #294


"Se estiver feliz, os seus filhos estarão mais felizes." 
Ana Manta

.............................................................
"A Felicidade é o Caminho" também está aqui:

segunda-feira, 16 de maio de 2016

Pensamento/Lema da semana #293


"3 regras de vida: 
1. Se tu não fores atrás do que queres, nunca vais ter. 
2. Se tu não perguntares, a resposta vai ser sempre não. 
3. Se não deres um passo em frente, nunca sairás do lugar.
Autor desconhecido

Foto: Mariyan Dimitrov
.............................................................
"A Felicidade é o Caminho" também está aqui:

quinta-feira, 12 de maio de 2016

15 questões dos leitores sobre livros e os meus hábitos de leitura


A vida dá uma volta enorme quando temos um segundo filho. É extremamente gratificante, sinto que a chegada do meu pequenino nos completou enquanto família. Trouxe-nos uma felicidade e um sentimento de amor, quase inexplicável. Mas também passei a ter menos tempo para o blog. Reduzi o número de posts e tenho imensa dificuldade em responder a e-mails. Acredito que seja temporário, mas até lá tenho de arranjar soluções alternativas para ir mantendo este espaço.

Para tentar solucionar a questão dos e-mails, vou escrever uma série de posts com questões que os leitores me fazem (claro que situações mais íntimas não vou publicar aqui). Vou falar de felicidade, de livros, de filhos, de objectivos, de gestão de tempo, etc., etc. A ideia é reunir questões de vários leitores sobre um mesmo tema e responder a essas questões num único post. 

E para começar, vou falar sobre livros e hábitos de leitura. Invariavelmente, sempre que escrevo sobre algum livro, surgem uma série de questões a que (finalmente) irei responder:

1 – Na correria do dia-a-dia, como consegues ler tanto? Em que momentos lês?
A verdade é que aproveito todos os espacinhos do meu dia para ler. 

Leio ao pequeno-almoço (algo positivo para me inspirar para o resto do dia). Durante o dia leio normalmente sobre temas relacionados com o blog ou com os meus objectivos. Aqui leio em pequenas pausas entre tarefas (tipo 5 minutos) e ao almoço (quando almoço sozinha). Já à noite, leio com a minha filha antes dela adormecer (a esta hora leio algo mais leve: ficção, algo sobre viagens, história, etc., nada que me estimule muito). 

2 – Tens um lugar que gostes particularmente para fazeres as tuas leituras?
Sinceramente eu leio em qualquer lugar, inclusive nos mais absurdos (nem vou dizer, para não passar vergonha). Mas confesso que no Verão adoro ler na minha varanda, sobretudo ao nascer do sol. Nas estações mais frias prefiro o aconchego da minha cama ou do meu sofá. Mas quando renovar a casa, estou mesmo a pensar em criar um «cantinho de leitura».

3 – Lês apenas um livro de cada vez?
Não, leio sempre 3 ou 4 em simultâneo. Antigamente sentia remorsos por causa disso, até porque tinha uma série de livros inacabados. A verdade é que leio um, mas depois vejo outro que me parece tão interessante... e não consigo resistir. Hoje em dia já não me sinto culpada (apesar de tentar não exagerar no número de livros). Sinceramente leio o que me dá prazer, aquilo que me fascina na altura. Se forem 4 em simultâneo, qual o problema? Até porque o que me apetece ler, vai variando consoante o momento do dia (como falei na questão 1). 

4 – Qual o formato de livro que preferes, o tradicional livro físico ou o e-book?
Sem dúvida que prefiro o livro físico. Adoro folheá-lo, sentir-lhe o cheiro, vê-lo na estante. Não consigo sentir as mesmas emoções com um e-book. Conlusão: tenho vários e-books até interessantes, mas adio sempre a sua leitura.

5 – Como compras os teus livros, online ou em livrarias físicas?
Eu adoro livrarias físicas! Podes não acreditar, mas prefiro ir a uma livraria do que por ex. a uma loja de roupas... Poderia passar lá horas sem notar o tempo a passar - só pelo prazer de folhear, de descobrir novos livros. Contudo, nem sempre faço compras em livrarias físicas. Na realidade, fico atenta às promoções e onde for mais barato é que compro. 

6 – No teu processo de destralhe, já destralhaste muitos livros? Quais?
Na realidade cheguei à conclusão óbvia de que os livros me fazem feliz, pois proporcionam-me horas de prazer cheias de significado. Mas há que salientar que não compro qualquer coisa, compro normalmente livros que voltarei a consultar ou até a reler. Assim, os livros são das (muito) poucas excepções que escapam ao destralhe. Sinceramente, o único trabalho que tive com eles foi organizá-los.

7 – Como organizas os teus livros actualmente?
Organizei os livros muito recentemente, de acordo com o seu tema. Inspirei-me nas livrarias, cuja organização temática facilita a localização dos livros.

Distribuí-os por 4 estantes do escritório e 2 prateleiras na sala. A minha filha tem também uma caixa de organização de livros no seu quarto. Por uma questão de facilidade de uso, aqueles que estou a ler actualmente, ficam numa gaveta específica. Quando os terminar, voltarão às estantes.

Quando os comecei a organizar, encontrei 37 sub-categorias diferentes, que dividi por 6 categorias principais (uma categoria por estante e pelas 2 prateleiras da sala):
- ficção e literatura infantil & juvenil;
- história, ciências e línguas;
- saúde & bem-estar;
- desenvolvimento pessoal & relações;
- religião (numa prateleira na sala);
- viagens & geografia (numa prateleira da sala).

Com excepção das 2 últimas categorias, todas elas se dividem em sub-categorias. Por exemplo, na estante da «saúde & bem-estar» tenho livros sobre: saúde, exercício físico, meditação, stress e inteligência emocional, etc.

8 – O que mais lês para além de livros sobre «felicidade»?
Ui, tanta coisa... como referi anteriormente, encontrei 37 sub-categorias diferentes. Contudo, nas minhas leituras diárias, quase sempre tenho um livro sobre felicidade.

9 – Quais os teus livros favoritos sobre «felicidade»?
Não é fácil escolher, porque como adoro o tema, gosto da maioria dos livros sobre felicidade. Contudo, têm é de ter uma base cientifica, caso contrário, raramente me despertam interesse.

Gostei particularmente dos seguintes:
"Aprenda a Ser Feliz" de Tal Ben-Shahar - um dos primeiros livros que li sobre «felicidade», onde o autor nos fala do que nos pode tornar pessoas felizes de forma duradoura (e não efémera).

"Como Ser Feliz" de Sonja Lyubomirsky  - um livro repleto de estratégias que nos podem fazer mais felizes (sempre com base cientifica).

"Positivamente" de Catarina Rivero e Helena Águeda Marujo - um livro onde nos são propostas mudanças e acções aparentemente simples, que ao serem implementadas, poderão trazer muito mais felicidade e positivismo à nossa vida.

Ah! E porque adoro viajar e ler sobre viagens, gosto imenso destes 2 livros, que combinam o melhor dos dois mundos:
"A Geografia da Felicidade" de Eric Weiner - neste livro o autor fala-nos da sua viagem por alguns dos países mais felizes (ex. Suíça, Butão, etc.), mas também mais infelizes do mundo (ex.: Moldávia, Qatar).  Gostei tanto da escrita de Weiner que, uns anos depois, comprei um outro, desta vez uma viagem para explorar as várias religiões do mundo ("Uma Viagem pelo Mundo à Procura de Deus").

"Thrive. Finding happiness the blue zones way" de Dan Buettner - neste, o autor também viajou por alguns dos lugares mais felizes do planeta, tentando daí retirar lições sobre o que nos pode fazer felizes. (Este autor é no entanto mais conhecido pelo seu livro sobre as «zonas azuis» do globo, onde residem os habitantes com mais saúde e longevidade, editado pela National Geographic: "Blue Zones. 9 Power lessons for living longer from the people who've lived the longest").

10 – Costumas sublinhar ou fazer anotações nos teus livros?
Sim!!! Como releio os meus livros, gosto de ter noção do que de mais importante eles falam. As anotações e os sublinhados ajudam. Facilitam-me a aquisição de conhecimentos e a localização de informações importantes.

11 – Também lês revistas ou jornais? Tens algum(a) que compres religiosamente?
Já tive esse hábito, mas de momento não. Ultimamente olho mais para as capas. Se tem algum artigo que realmente me interessa, só aí compro. 

Presentemente ando a destralhar revistas e tenho mais noção da quantidade de papel que acumulamos desnecessariamente. Por isso, estou mais atenta na hora de comprar.

12 – Que livro(s) estás a ler neste momento?
À data em que escrevo este post (que só devo de publicar daqui a uns dias), estou a ler 4 livros.

Pela manhã, estou a reler o "Yoga Girl. Como o yoga pode mudar a sua vida" de Rachel Brathen. Sim, a reler, porque achei este livro super-inspirador! Uma verdadeira reviravolta na vida de quem conheceu um mundo bastante sombrio, mas conseguiu superar e mudar radicalmente após um retiro terapêutico de meditação...

Ao longo do dia tenho lido o "Pessoas Felizes. A natureza e as origens da felicidade" de Paul Martin. Um livro que nos mostra mais uma vez o que nos pode fazer felizes, mas desde a infância até à velhice. Acho-o muito interessante não só para a nossa própria felicidade, mas também para quem quer educar crianças felizes. Tenho lido também o "Bullying - Manual Anti-Agressão. Proteja o seu filho de agressões, abusos e insultos" de Joel Haber. Afinal, mais vale prevenir. 

À noitinha, quando leio com a minha filha, tenho-me entretido com "Rainhas de Portugal. As mulheres que construíram a nação" de Francisco da Fonseca Benevides. Gosto imenso destes livros, pois fazem-me perceber o porquê de hoje sermos como somos no nosso país e por esse mundo fora. As histórias das rainhas fascinam-me particularmente. Contudo, sinto que a maioria delas não foi feliz. Uma pena!...

13 – Quais foram os últimos livros que compraste?
Os últimos livros que comprei foram o "Cozinha Vegetariana para quem quer ser saudável" e "Cozinha Vegetariana para quem quer poupar", com receitas de comida vegan. Ambos os livros são da Gabriela Oliveira... e valem mesmo a pena. Comprei também o livro da Rachel Brathen, o "Yoga Girl. como o yoga pode mudar a sua vida", que falei na questão anterior. Já o considero uma das melhores compras dos últimos tempos.

Presentemente, tenho encomendado o "Chegar Novo a Velho. A medicina do futuro" de Manuel Pinto Coelho, que tem a ver com acções que podemos implementar na nossa vida, sem recorrer a medicamentos, para vivermos mais e com mais saúde. Estou também à espera que chegue o "Berra-me Baixo. 21 dias para deixares de gritar com o teu filho" de Magda Gomes Dias.

14 – Quais os livros que mudaram a tua vida?
Em tempos escrevi um post com essa lista, que podes espreitar aqui. Entretanto, claro que essa lista foi aumentando. Hoje incluiria livros como o "Vida Organizada" de Thais Godinho, o "Arrume a Sua Casa, Arrume a Sua Vida" de Marie Kondo (os links são para os meus artigos de opinião sobre estes livros), ou, novamente, o "Yoga Girl. Como o yoga pode mudar a sua vida" de Rachel Brathen.

Mas para ficares a par do que vou lendo e me inspira, criei uma etiqueta específica no blog só para esse fim, com a designação «livros». Essa etiqueta encontra-se do lado direito do blog, sendo uma das muitas que podes encontrar no espaço "O que pode ler aqui...". 

15 - Já pensaste em escrever o teu próprio livro?
Em tempos escrevi um livro, que nada tem a ver com «felicidade». Foi algo no âmbito do meu trabalho e realmente adorei esse projecto.

Agora, escrever sobre felicidade? Sim, já pensei nisso. Mas a verdade é que de momento não tenho tempo para me dedicar de corpo e alma. Para além dos meus afazeres, estou totalmente concentrada no objectivo de «destralhar totalmente a minha casa». Quem sabe um dia ganhe coragem... porque realmente amo fazer investigação e escrever sobre o assunto. Quem sabe um dia...

Foto: Lorenzo Scheda
.............................................................
"A Felicidade é o Caminho" também está aqui:

segunda-feira, 9 de maio de 2016

Pensamento/Lema da semana #292


"Nós somos o que fazemos repetidamente. 
A excelência, portanto, não é uma acção, mas um hábito." 
Aristóteles

Foto: Riccardo Cuppini
.............................................................
"A Felicidade é o Caminho" também está aqui:

segunda-feira, 2 de maio de 2016

Pensamento/Lema da semana #291


"Temos de nos amar a nós próprios,
para podermos receber amor dos outros."
Rachel Brathen

.............................................................
"A Felicidade é o Caminho" também está aqui:

segunda-feira, 25 de abril de 2016

Pensamento/Lema da semana #290


"Expressa gratidão com palavras e atitudes. 
A tua vida mudará muito, de modo positivo." 
Masaharu Taniguchi

Foto: Mugenai
.............................................................
"A Felicidade é o Caminho" também está aqui:
Related Posts with Thumbnails