quarta-feira, 24 de outubro de 2012

Criando memórias felizes de infância: os diários da minha filha

Quando fiquei grávida, pensei que era um momento tão especial, tão único, que seria uma pena não eternizar essas memórias. 

Escrevi assim um diário para a minha filha, repleto de fotografias. Ainda não lho mostrei, mas brevemente tenciono imprimi-lo e mostrá-lo pela primeira vez. A Letícia saberá coisas tão interessantes como: a forma engraçada como dei a notícia ao papá, quem lhe deu as roupinhas e presentes, a sua árvore genealógica, factos interessantes do seu dia e ano de nascimento, o primeiro sorriso, os primeiros passos, as traquinices… 

Há dias estava numa livraria e a minha filha pediu-me para lhe comprar um livro: “O Livro de Segredos da Merida”. Quando o folheei, gostei imediatamente da ideia. Isto porque se trata também de um diário, mas desta vez com perguntas dirigidas às crianças. Daqui a uns anos, certamente vai relê-lo e sorrir com as suas convicções aos 4 aninhos. Por outro lado, para nós pais, é uma forma gira de conhecermos melhor os nossos filhos. 

Comprei o livrinho e temos andado a preenchê-lo juntas. Eis alguns factos sobre a minha filhota: 
- Quando for grande sonha viver no Algarve e quer ser bailarina (até desenhou uma, em fato de ballet). 
- Quando iniciou o diário só media 1,04 cm… (o diário tem muita variedade de perguntas!!). 
- O animal preferido é a suricata (a quem é que ela sairá?… he, he), a música é o “I don’t believe you” da Pink e a flor é a orquídea. 

Agora a minha frase predilecta, que me deixou enternecida. O que a faz mais feliz: “É a mamãzinha! Sou sempre feliz com a minha mamã ao lado”. Não é uma querida, a minha filha? 

 E pronto! É mais uma ideia para a criação de memórias felizes.

Foto: Mafalda S.

10 comentários:

  1. Que fofo. Tb estou a fazer o mesmo, mas tenho de colocar toda a informação em papel, ainda está em formato digital :)

    ResponderEliminar
  2. Ahhh que amor!!
    Ai ai e sabe tão bem ouvir estas coisas :)

    Bjs

    ResponderEliminar
  3. Que delicia!!!

    Vou á procura desse livro para dar às minhas filhas (um para cada uma). A M. desde o ano passado tem um caderno forrado com uma boneca que a tinha lhe ofereceu e que de imediato quis utilizar comos diário. Costuma fazer um desenho sobre como esteve o dia (sol, chuva,etc) e coloca o que de importante lhe aconteceu. Acho que daqui a uns anos irá adorar redescobrir o caderno :)

    Bjos

    ResponderEliminar
  4. Giro, giro... Tendo em conta que eles crescem à velocidade da luz, acho que tudo aquilo que nos vai recordar os nossos pequenos daqui a uns anos vale a pena!

    ResponderEliminar
  5. Que linda!! Como ficamos felizes em saber que nossos folhos nos amam!!
    Parabéns pela iniciativa do diário!!

    Beijinhos!♥

    ResponderEliminar
  6. Gostei da ideia do diário para mostrar à menina =)

    ResponderEliminar
  7. Adorei este post! É tão ternurento...
    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  8. Engraçado, eu também ando a escrever um diário para as minhas filhas, não o fiz com a primeira mas agora com a segunda tenho escrito e acabo por contar as diferenças da mais nova.
    Acho a ideia dos diários muito engraçada. Quando tinha 15 ou 16 anos, escrevi um, deixei-o em casa da minha mãe e há dias a Catarina encontrou-o e perguntou-me se o podia ler. Eheehhe era a miuda a rir e eu!! As minhas crises com os meus pais, as desavenças com os meus irmãos e as minhas paixões :D

    É sempre bom recordar,

    beijinhos

    ResponderEliminar
  9. Afinal a ciência confirma que o beijo da mãe tem "magia" como eu achava qdo era mais pequena

    http://well.blogs.nytimes.com/2012/10/22/really-the-mothers-kiss-is-an-effective-home-remedy/?ref=health

    Adoro blog :)

    Aldina

    ResponderEliminar

Related Posts with Thumbnails