terça-feira, 9 de maio de 2017

Como manter a casa limpa e arrumada diariamente #3 - Organizar para manter arrumado


Trazer boas energias à nossa casa. Mantê-la como um verdadeiro refúgio, não descurando do tempo para nós e para quem mais amamos. São estas as metas desta série de posts. 

Começámos pelo destralhar para simplificar. Hoje vou dar-te sugestões de organização, que te ajudarão a manter a casa arrumada e, em consequência, a perder menos tempo com tarefas domésticas (ou à procura de objectos, verdade seja dita!).

Espero que te sirva de inspiração!

««»»


14. Organiza por categorias de objectos - após o destralhe, quando chegamos à fase de arrumar, devemos evitar espalhar objectos da mesma categoria pela casa. A ideia é mantê-los próximos, definindo-lhes um lugar específico. Ah! É importante que este lugar faça sentido, para todos os moradores da casa. 

Isto ajuda a memorizar o lugar de cada objecto, prevenindo desarrumações. Permite também poupar tempo, porque quando realizamos uma actividade, não temos de ir buscar os objectos associados à mesma, a lugares muito dispersos. Por exemplo os utensílios para o pequeno-almoço, podem ser guardados junto do lugar onde é preparado. 

15. Organiza por áreas maiores e menores - o objectivo é, novamente, facilitar a memorização dos lugares dos objectos, para que depois de usados regressem à sua «casa». Assim, organiza-os das seguinte forma:
a) áreas maiores - por ex. a área dos produtos de beleza, área dos sapatos, área dos medicamentos, área dos produtos de limpeza, etc.
b) áreas menores - por ex. no meu caso, após um gigantesco destralhe, tenho a área de produtos de beleza dividida em 3 áreas menores: 
  1. produtos para o banho (que ficam junto da banheira, na casa de banho maior);
  2. produtos para o corpo e cabelo;
  3. produtos para o rosto e maquilhagens (ambos os produtos do ponto 2 e 3, estão guardados nos cestos abaixo, que ficam na casa de banho menor, justamente onde os utilizo).
Entretanto, dividi o conteúdo dos cestos em áreas ainda menores: as sombras para os olhos têm um compartimento, os vernizes para as unhas outro, os cremes para o rosto outro, etc. (para algumas pessoas esta maquilhagem pode parecer insuficiente, mas eu reduzi-a mesmo bastante e, no fim... não dei pela falta de nada).

Reunir objectos de uma mesma categoria, em áreas específicas,
ajuda a memorizar o lugar de cada objecto.

16. Guarda os objectos, de modo a que com um olhar rápido, identifiques imediatamente o que tens - isto significa que tudo deve de estar visível. Deves evitar empilhar objectos que não sejam iguais (ex. evitar colocar canecas em cima de pratos, mas podem-se empilhar pratos iguais) e, principalmente em prateleiras, deves colocar os objectos maiores atrás e os menores à frente.

17. Faz esquemas de organização - tenho pena de não ter feito esquemas para tudo o que tenho cá em casa, pois estes ajudam bastante, principalmente para os objectos que não usamos no dia-a-dia. A ideia é assim que tiveres organizado uma área maior, faças um desenho (num caderno ou no computador) representando essa área e identificando as categorias de objectos que estão lá guardadas. 

Na imagem abaixo está o esquema de organização do meu móvel do hall de entrada, onde guardo parte dos têxteis da casa. Isto permite que encontre rapidamente um objecto que não uso no dia-a-dia. Facilita nas mudanças sazonais (por exemplo no roupeiro, quando quero mudar da roupa de Verão, para a de Inverno. Ao olhar o esquema já sei onde colocar cada tipo de roupa). Permite também verificar se aquele tipo de organização ainda faz sentido, ou se necessita de algum ajuste (porque as necessidades vão-se alterando ao longo do tempo).

Os esquemas de organização ajudam a planear a organização de objectos
e a encontrar o que não usamos no dia-a-dia.

18. Coloca etiquetas, sempre que necessário - isto facilita a separação de áreas maiores, em categorias menores e a identificação do seu conteúdo.

A identificação do conteúdo dos recipientes pode ser feita com recurso a etiquetas.

19. Assim que chegas da rua, coloca o que vem de fora no respectivo lugar. - arruma de imediato os sapatos, malas, carteiras, mochilas, papéis, chaves, casacos... tudo nos respectivos lugares.

Assim que chegamos da rua,
devemos guardar o que vem de fora no respectivo lugar.

20. Coloca um chaveiro junto da porta de entrada - desde que recebemos um de presente, nunca mais as chaves ficaram desarrumadas, nem perdemos tempo à sua procura. Uma estratégia simples, que faz toda a diferença!

Ter um chaveiro previne perdas de tempo à procura de chaves.

21. Tem uma caixa de entrada para centralizar os papéis - a ideia é ter um local onde colocar diariamente os papéis que chegam do exterior e que ainda não podem ser arquivados. 

A minha caixa de entrada é semelhante à da foto. A cada compartimento corresponde a uma categoria, que designei da seguinte forma: «correspondência» a que tenho de dar resposta ou que não tenho tempo para ler naquele momento, «contas» que precisam de ser pagas, «recibos» para entregar na contabilidade. Tudo o resto ou vai para o lixo ou é arquivado. Claro que esta caixa deve ser verificada com alguma frequência (por ex. semanal), para que os papéis não acumulem.

Uma caixa de entrada para papéis,
permite centralizar os documentos que chegam do exterior.

22. Usa organizadores - estes consistem em pequenos recipientes, organizadores de gavetas, cestos... que ajudam a delimitar espaços e a definir um lugar para cada objecto. Por ex. uma área maior como uma gaveta, pode ser divida em áreas menores recorrendo a organizadores de gavetas. 

E o melhor é que nem precisas de comprar organizadores profissionais, podes sempre reciclar materiais que já tenhas em casa (velhos tupperwares, caixas de sapatos, copos, vasos, etc.).

Um organizador de gavetas,
ajuda a que os objectos não se misturem no seu interior.

23. Aproveita os espaços vazios - por vezes os nossos armários têm muitos espaços desaproveitados, o que leva a que empilhemos diferentes objectos. Contudo, este não é um bom método para manter os espaços arrumados (empilhados, só objectos iguais!). Um truque para duplicar os espaços de arrumação é incluir prateleiras extra, colocar suportes para chávenas/canecas (no armário da cozinha) e para gravatas (num roupeiro), usar delimitadores de espaço (como organizadores de gavetas). 

Por exemplo o meu armário de cozinha, é pequeno e tem muitos espaços desaproveitados. Por isso tenho os tais suportes de chávenas e para separar os diferentes tipos de pratos, recorri a uma prateleira extra (que na realidade era uma grelha que vinha com o microondas).

Recorrendo a prateleiras extra, podes duplicar os espaços de arrumação.

24. Mantém os brinquedos organizados - escolhe com os teus filhos, os brinquedos mais bonitos para decorar o seu quarto. Os restantes guardem em caixas organizadoras.

No caso da minha filha, que por ser mais velha tem mais brinquedos, ela tem 6 caixas organizadoras debaixo da cama (espreita-as neste post). Cada uma delas identifica o tipo de brinquedos que estão no seu interior.

Já o bebé tem os brinquedos favoritos ao seu alcance (normalmente carrinhos). Mas aqueles com que não brinca todos os dias, estão dentro de 2 caixas organizadoras transparentes, de grandes dimensões. Assim, ele diz-me que com que brinquedo lhe apetece brincar. Eu dou-lho. Quando se farta daquele, arruma o primeiro e escolhe outro. Fez uma enorme diferença! Anteriormente a minha sala estava apinhada de brinquedos, com um ar super-desarrumado. Agora está apenas ocupada com o que ele realmente estiver a brincar (até porque eles não conseguem brincar com 15 brinquedos ao mesmo tempo!).

As caixas organizadoras ajudam a manter os brinquedos organizados.

25. Guarda só os artigos de revistas/jornais que te interessam – cá em casa tenho um cesto para as revistas que vou comprando ao longo do ano. Mas normalmente no início de Janeiro, deito fora as revistas e guardo em micas transparentes, somente os artigos realmente importantes. Tenho 4 dossiers onde guardo esses artigos separados por temáticas. Os dossiers estão também eles separados por categorias maiores, nomeadamente: dossier "Felicidade", dossier "Saúde & Bem-Estar I"; dossier "Saúde & Bem-Estar II"; dossier "Vida Prática".

Isto reduziu consideravelmente o volume de papel cá em casa! 

No teu caso, podes optar por digitalizar. Mas eu sou da velha guarda, adoro folhear aqueles artigos!

26. Organiza o material de limpeza por sectores - podes colocar um recipiente com os produtos para limpar a casa-de-banho, outro para a cozinha, outro para a sala etc. Desde modo, quando quiseres limpar, não tens de andar à procura dos produtos, nem terás de andar para trás e para a frente, trazendo algum produto esquecido.

Separar os produtos de limpeza por sectores,
permite ter tudo à mão, rapidamente.

Outra opção, destina-se a pessoas (como eu) que usam um mesmo produto para diferentes divisões. Neste caso, podes separá-los na despensa pelas seguintes categorias: produtos para os móveis, produtos para o chão, limpa-vidros, detergentes para loiças da casa de-banho, etc. Antes da limpeza leva um recipiente à despensa e recolhe todos os produtos que precisas naquele momento. Assim também terás tudo à mão.

27. Cria uma decoração anti-tralha - há lugares que por mais que organizes, acabam sempre desarrumados. Certamente que conheces bem estes sítios... por ex. o armário do hall de entrada (onde se acumulam chaves, carteiras...), a sala onde nunca sabemos dos comandos electrónicos, ou os carregadores de telemóvel que parecem estar sempre espalhados na bancada da cozinha. 

Para acabar com a desarrumação de uma vez por todas, coloca caixas ou recipientes decorativos nesses lugares críticos, para guardar os objectos que costumam estar desarrumados. Por exemplo no hall, coloca um recipiente para as carteiras, um bengaleiro para malas e casacos, um chaveiro para as chaves. Na sala coloca um recipiente em cima da mesa, para os vários comandos electrónicos. Na cozinha, na gaveta que estiver imediatamente debaixo do lugar onde carregam os telemóveis, coloca organizadores para guardares os vários carregadores. 

28. Mais uma vez... encontra inspiração! - estes são os meus livros favoritos, com ideias de organização que ajudam a manter a casa arrumada:

Livros com ideias de organização,
que ajudam a manter a casa arrumada.

- "Alegria" da Marie Kondo - Se o primeiro livro da Marie Kondo é melhor para o destralhe, acho este perfeito para nos inspirar na organização de objectos.  Tem sugestões, muitas vezes ilustradas, para aprenderes a dobrar a roupa (de modo a maximizares o espaço existente), para arrumares livros, papéis, komono (DVD's, material de escritório, cosméticos, ferramentas, utensílios de cozinha, produtos de limpeza, etc.), e lembranças (fotografias, recordações dos filhos, etc.). O livro tem realmente muitas (e boas) ideias!
- "Clutter Rehab - 101 Tips and Tricks to Be an Organization Junkie and Love it!" da Laura Wittmann - Trata-se de um livro pequenino, para uma leitura rápida. Mas vem recheado de truques, para nos ajudar a organizar os objectos em casa.

Novamente, se só poderes optar por um dos livros, sugiro-te o primeiro. É o mais detalhado, com informação realmente interessante.
««»»

Depois de dares mais este passo, certamente começarás a notar diferenças no ambiente de casa. Mas faltam outros passos ainda. O próximo terá a ver com o planeamento das tarefas domésticas.

Espero que continues por cá. Boa semana!

Fotos: 1.ª - Svenksfast; 2.ª, 3.ª, 5.ª, 8.ª e 9.ª Mafalda S.; 4.ª - Skandia Maklarna; 6.ª - BHG; 7.ª - El Mueble; 10.ª - School of Decorating; 11.ª Wook.
Figura: Mafalda S.
.............................................................
"A Felicidade é o Caminho" também está aqui:

2 comentários:

  1. Continuarei por cá de certeza. Estou a adorar! :)

    ResponderEliminar
  2. Obrigada Mafalda adoro esta tema!! Beijjinho

    ResponderEliminar

Related Posts with Thumbnails