quinta-feira, 12 de outubro de 2017

Lagom, o Segredo Sueco para Viver Bem - o livro

Comprei o livro Lagom - O Segredo Sueco para Viver Bem de Lola A. Åkerström no fim das férias de Verão. A verdade é que tenho um fascínio pelo estilo de vida nórdico (não desfazendo no nosso, que também tem muita coisa boa). Já me tinha apaixonado pelo hygge dinamarquês e adoptado algumas ideias no meu dia-a-dia. Estava igualmente ansiosa por conhecer o lagom. Queria mais inspiração, porque estes livros trazem sempre ideias interessantes... e eu não resisto a testá-las (pelo menos algumas).

Mas antes de mais, importa esclarecer o que é isto do lagom. Trata-se de um estilo de vida adoptado pelos suecos que significa nem de mais, nem de menos, mas na medida certa. Uma forma de viver considerada "ideal" para cada um (e que por isso varia, consoante a pessoa). Em que se busca o equilíbrio. Em que se recebe e se contribui em partes iguais. Por exemplo ao nível do emprego, não devemos trabalhar de menos, nem de mais, mas sim na medida certa. Enquanto estamos no emprego, devemos ser o mais competentes possíveis. Mas também temos direito à nossa vida pessoal. Deve de haver equilíbrio! Assim, é benéfico fazer pausas ao longo do dia de trabalho e sair sempre a horas.

Devo dizer que este livro me lembra imenso a versão inglesa do Livro do Hygge. Capa dura, imagens lindíssimas e um texto inspirador. Contudo, não gostei do facto de não trazer índice. Para mim, que gosto de organização, isso é fundamental. Mas pronto... nada a fazer...

Uma das imagens lindíssimas deste livro.

Mas vamos ao conteúdo.

Numa primeira parte a autora esclarece o significado da palavra lagom e como ela é usada na linguagem do dia-a-dia. Depois disto, explica como o lagom inspira os vários domínios de vida dos suecos, o que é detalhado em cada capítulo do livro. 

É neste ponto que este conceito começa a fazer sentido. Começamos a perceber o porquê de certas atitudes suecas (a sua aparente frieza por ex.). Apercebemo-nos também como ao pôr este conceito em prática, podemos melhorar vários domínios da nossa vida. Por exemplo ao nível da decoração, o objectivo é criar harmonia em casa. Eliminar o stress que nos rodeia, criando um ambiente de calma e paz. Tem muito a ver com minimalismo, em que optamos por evitar a tralha, para dar destaque àquilo que nos traz alegria ou que nos é útil. A autora vai então explicando como é que os suecos costumam aplicar isto na prática, dando-nos assim uma série de sugestões. Vou citar só um excerto sobre o objectivo do lagom ao nível da decoração: "O derradeiro objectivo é criar um lugar acolhedor que nos faça felizes e nos acalme instantaneamente assim que pomos o pé na porta (...)." Isto faz tanto sentido!...

Um dos capítulos, que aborda a sustentabilidade em casa e o minimalismo.

Mas este é só um exemplo. Os temas abordados no livro são os seguintes:
- A cultura [sueca] e as emoções;
- A comida e os dias de festa;
- A saúde e o bem estar;
- A beleza e a moda;
- A decoração e o design;
- A vida social e a diversão;
- O mundo do trabalho e dos negócios;
- O dinheiro e as finanças;
- A Natureza e a sustentabilidade.

Cada um destes temas está dividido em sub-temas, também eles interessantes. Vou dar o exemplo no capítulo da "comida e dias de festas". Os sub-temas abordados, são os seguintes:
- Um começo não agitado do dia; 
- O ritual diário da fika (as tais pausas ao longo do dia de trabalho);
- Coma o que quiser... dentro do razoável;
- O regresso à simplicidade;
- O Manifesto da Cozinha Nórdica; 
- Qualidade acessível a todos;
- Banquetes e a arte da reutilização.

No fim de cada capítulo, há sempre um quadro resumo com as ideias que podemos implementar na prática.

Um dos quadros resumo que surge no fim de cada capítulo.

Devo dizer que depois desta leitura, fiquei motivada para muita coisa. Para descomplicar as refeições; para não me desfazer somente da tralha, mas  tentar reutilizar, dando um outro uso aos objectos; para fazer uma gestão financeira mais eficaz; para implementar várias dicas para uma vida mais ecológica, etc., etc. Ideias e motivação não me faltam...

A última parte do livro fala da aplicação do lagom nos dias de hoje. Dos seus aspectos mais, ou menos, positivos. Da sua relação com a felicidade.

Após ler este livro, concluo o seguinte:
bom seria aproveitar aquilo que já temos de bom
e deixarmo-nos inspirar pelo melhor do estilo de vida sueca.
Lagom pode ser um bom caminho a seguir.

Imagem lindíssima a evocar a Suécia e o estilo de vida dos seus habitantes,
nomeadamente o amor e respeito pela Natureza.

Fotos: Mafalda S.
.............................................................
"A Felicidade é o Caminho" também está aqui:

7 comentários:

  1. A explicação mais completa que já vi sobre o lagoom e este livro :) identifico-me mais com o lagoom do que com o hygge, talvez porque fale muito no equilibrio.
    Há pouco tempo fiz também uma reflexão sobre o hygge e lagoom, se quiseres espreitar e dar a tua opinião ;)
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  2. Post tão bom. Ainda há pouco li numa revista sobre o langom e pensei que tenho de comprar o livro. ;)
    Helena Alegria

    ResponderEliminar
  3. mais uma vez verificamos que o segredo está no equilíbrio!

    ResponderEliminar
  4. Olá Mafalda, faz tempo que acompanho o seu blog e que me tem inspirado. Estive a ler este post e digo que não comprei este livro sobre o lagom mas sim o da autora Linnea Dunne que tem indice e fala também neste tema com fotos e textos suaves e faz lembrar o livro do hygge do autor Meik Wiking. Obrigada por todas as palavras e conselhos. :-)
    Fátima Rosa

    ResponderEliminar
  5. Olá Mafalda,
    Livro bem interessante. Desconhecia o termo.
    Grande beijo

    ResponderEliminar
  6. Desconhecia o termo bem como o livro, já comprei vários inspirada nos teus post ;) este talvez seja mais um. Gosto de ver o exemplo dos outros, não para "copiar" mas sim como fonte de inspiração e motivação para melhorar a cada dia.
    Beijo

    ResponderEliminar

Related Posts with Thumbnails