terça-feira, 16 de novembro de 2010

Como pode auto-motivar-se para alcançar os seus objectivos

Costumo falar com alguma frequência da importância de lutarmos pelos nossos objectivos. No entanto, o caminho para o alcançar por vezes é sinuoso, diferente do que estamos à espera e acabamos por desistir. É por isso fundamental, ter motivação para seguir em frente e não desistir (independentemente do objectivo - pode ser a ascensão na carreira, encontrar o parceiro ideal, ter um filho, fazer dieta, deixar de fumar, etc.).

Há dias estive numa formação, em que a Dr.ª Margarida Lima (Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação da Universidade de Coimbra), falava deste tema e achei interessantes as suas dicas de auto-motivação para alcançar objectivos, que aqui deixo:

1 - Praticar visualização - esta é a técnica que, explicada muito resumidamente, consiste em imaginar-se a alcançar o seu objectivo com todos os detalhes possíveis (imaginando as sensações, cores, cheiros, etc., que sentiria, se neste preciso momento o seu objectivo tivesse sido alcançado). Muitos atletas de alta competição obtêm melhores resultados ao praticar visualização, do que colegas que não o fazem. (Existem justificações neurológicas para isso, mas deixo essa explicação para um outro post).

2 - Ser optimista - tente analisar uma situação e perguntar a si mesmo, como esta pode ser vista de uma perspectiva positiva;

3 - Rodear-se de influências positivas - o grupo de pessoas com as quais convivemos podem influenciar bastante a forma como analisamos e reagimos às situações do nosso dia-a-dia. Como o positivismo e negativismo é contagioso, tente rodear-se de pessoas optimistas. Não é a dizerem-lhe constantemente que só comete erros ou que é um fracasso, que o vão motivar a lutar pelo seu sucesso. Por oposição, se os outros acreditarem nas suas capacidades, é mais fácil para si não desistir.

4 - Aprender a lidar com os momentos de desânimo - diferentes pessoas, encontram diferentes estratégias para lidar com os problemas ou maus momentos. O primeiro passo é reconhecer o que está a sentir e porquê. Depois disso, é utilizar a estratégia que melhor resulta consigo (veja um filme, encontre-se com amigos - optimistas, claro está - leia sobre formas de superar o problema, etc.). Não se esqueça que, por norma, todos os vencedores já passaram por momentos de desânimo e por dificuldades. A grande diferença face aos perdedores, é que não desistiram.

Foto: Google images - autor não identificado

5 comentários:

  1. estou mesmo a precisar seguir esses teus conselhos.

    beijos.

    ResponderEliminar
  2. Como sempre... muito bom... um beijinho amiga :)

    ResponderEliminar
  3. Obrigada pelas excelentes dicas... como sempre, aliás.
    Beijos

    ResponderEliminar
  4. Que sugestões tão boas.

    Tenho pena é de por vezes as pessoas que me rodeiam sejam tão negativas. Às vezes fico deprimida só de as ouvir.

    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  5. Para mim, uma fonte de motivação e inspiração para alcançar os meus objectivos eram os role models, pessoas que admirava profissionalmente. Durante a minha adolescência admirava imenso a Clara Pinto Correia, e queria ser bióloga como ela (e de facto tornei-me bióloga)...

    ResponderEliminar

Related Posts with Thumbnails